quinta-feira, 20 de setembro de 2018

JORNAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Jornais do Estado do Rio de Janeiro

Clique no seguinte link; https://www.google.com/search?source=hp&ei=TziiW5yNIYjywASInrPIDQ&q=JORNAIS+DO+RIO+DER+JANEIR0O&oq=JORNAIS+DO+RIO+DER+JANEIR0O&gs_l=psy-ab.3..0i13k1l7j0i22i30k1l3.85699.95340.0.96764.28.23.0.4.4.0.288.2619.0j19j1.20.0....0...1c.1.64.psy-ab..4.24.2630.0..0j35i39k1j0i131k1j0i13i30k1.0.Uj95qKVZYgY

terça-feira, 18 de setembro de 2018

JORNAIS BRASILEIROS

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Biometria já é usada em 10% dos ônibus do Rio

Doze mil pessoas já foram flagradas usando os Riocards de outras pessoas. A biometria é feita por câmeras que ficam localizadas acima dos validadores.

A Tecnologia está sendo usada em 10% dos ônibus do Rio para ajudar a prevenir fraudes, como mostrou o Bom Dia Rio. Com a ajuda da biometria, 12 mil pessoas já foram flagradas usando os Riocards de outras pessoas. Os verdadeiros donos dos cartões fraudados são idosos, estudantes ou pessoas que teriam alguma deficiência que teriam direito ao passe livre.

A biometria é feita por câmeras que ficam localizadas acima dos validadores. As imagens suspeitas são enviadas automaticamente para um banco de dados, onde são analisadas. O rosto do passageiro é avaliado de acordo com medições como a distância dos olhos e o tamanho da boca, por exemplo. As imagens já flagraram um jovem usando um cartão de idoso e um adulto usando o Riocard de uma criança.

“Foram analisadas mais de 1,1 milhão de informações enviadas pela bilhetagem eletrônica. Dessas, mais de 100 mil fraudes foram identificadas pelo sistema. A partir daí, uma equipe de técnicos visualiza e cria os laudos. Já existem 12 mil laudos de fraudes de uso de cartões de idoso como uso de cartões de estudante por pessoas que não são estudantes, além do uso de vale social por alguém que não têm acesso a este benefício”, explicou o secretário estadual de Transportes, Rodrigo Vieira.

Com o sistema, a fraude é verificada em 24 horas. No validador, aparece uma frase dizendo para o usuário prestar esclarecimentos no posto do Riocard mais próximo. O dono do cartão pode perder direito ao benefício.
“Já há 3,3 mil ônibus com câmeras instaladas. Até dezembro, teremos 22 mil ônibus. E isso está se expandindo. Vinte e três empresas já usam essa tecnologia”, contou o secretário.

A expectativa é que o sistema seja aplicado nas barcas, metrô e nos trens a partir do ano que vem.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

G1 GLOBO

http://g1.globo.com/


EDSON PAIM NOTICIAS


http://edsonpaim.com.br/





SITE DA TV PORTAL DO PANTANAL, NO AR! (MEIO AMBIENTE NOTÍCIAS)

CLIQUE:

http://tvportaldopantanal.com.br/




Minha foto 


      
Clique no Link abaixo e acesse 

um ou mais dos 599 Blogs da 

Parceria: Fundação Portal do

Pantanal / Painel do Paim/FM 

América 100.9 Mhz

https://www.blogger.com/profile/048861602895692797

65


terça-feira, 10 de maio de 2016

Manifestantes pró-governo liberam rodovias federais no RS

Os manifestantes contrários ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff liberaram todas as estradas federais que eram alvo de bloqueio desde o início da manhã desta terça-feira, 10, no Rio Grande do Sul. Ao longo do dia, mais de 10 trechos tiveram o trânsito interrompido. Os atos fazem parte do Dia Nacional de Paralisações e Mobilização contra o Golpe, com eventos em diversos Estados. Os manifestantes levaram cartazes e gritaram palavras de ordem em defesa do governo federal. Em alguns pontos, houve queima de pneus.

Ao longo da manhã, as autoridades negociaram com as lideranças dos protestos para desalojar as rodovias. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF-RS), por volta do meio-dia todas as estradas federais no RS estavam liberadas. Às 14 horas, não havia nenhum novo foco de manifestação.

No início da tarde, no entanto, ainda havia pontos de mobilização em rodovias estaduais, como no km 224 da RSC-471, em Encruzilhada do Sul, e no km 380 da RSC-377, em Alegrete. De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar, neste segundo ponto estão reunidas cerca de 70 pessoas ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Há três assentamentos nas proximidades do local. Outras vias estaduais já foram liberadas.

Os protestos desta terça foram convocados pela Frente Brasil Popular e a Frente Povo sem Medo. O objetivo, de acordo com os organizadores, é chamar a atenção da sociedade sobre a possibilidade de afastamento da presidente Dilma e pressionar senadores a votarem contra a admissibilidade do processo na quarta-feira, 11.

Vários Estados

De acordo com a Central Única dos Trabalhadores (CUT), há manifestações registradas em vários Estados, como Bahia, Espírito Santo, Amazonas, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Distrito Federal.

Durante a manhã, a Frente Brasil Popular, fez uma convocatória para que os manifestantes fossem às ruas. "Vai ter muita luta em defesa da democracia! O Brasil diz não contra o golpe!", diz uma mensagem postada no Facebook.

A CUT informou que os atos em todo o País são "em defesa da democracia, dos direitos trabalhistas sociais e humanos".

São Paulo

A Avenida 23 de Maio, importante via da capital paulista, foi bloqueada nos dois sentidos na altura do Terminal Bandeira, no Centro. Os manifestantes atearam fogo em madeira e pneus e liberaram a pista por volta das 8h30.

Houve também protesto na rodovia Hélio Smidt, que dá acesso ao Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, e na Marginal do Pinheiros. Os manifestantes também interditaram a Marginal do Tietê, perto da Ponte do Tatuapé, sentido Castelo Branco. Na rodovia Raposo Tavares, no sentido São Paulo, o protesto foi de um grupo é formado por estudantes que reivindicam melhorias na merenda.

Interior paulista

Reivindicações salariais misturadas a protestos contra o processo de impeachment paralisaram o transporte coletivo em 11 cidades da região de Sorocaba durante o período da manhã. Em Sorocaba, os ônibus circularam das 4 às 6 horas e foram recolhidos às garagens.

Milhares de pessoas não conseguiram chegar ao trabalho. Manifestações dos sindicatos dos motoristas e dos metalúrgicos, ligados à CUT, interromperam o trânsito nos principais corredores viários. Um dos protestos foi realizado em frente à prefeitura.

Em Tatuí e Itapetininga, o transporte urbano também foi paralisado. Nas três cidades, a previsão era de que o serviço fosse retomado entre 10 e 11 horas. O sindicatos alegam falta de atendimento às reivindicações salariais de motoristas e cobradores, mas também criticam a tentativa de afastamento da presidente Dilma.

A greve se estendeu ao transporte urbano e intermunicipal de Votorantim, São Roque, Alumínio, Mairinque, Araçoiaba da Serra, Salto de Pirapora, São Miguel Arcanjo e Itapeva.

Rio de Janeiro

Manifestantes contrários ao processo de impeachment bloquearam duas rodovias importantes do Rio, entre a madrugada e a manhã desta terça-feira. A Rodovia Rio-Santos foi fechada nos dois sentidos, por volta das 6h40, na altura do município de Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio. Segundo a PRF, os manifestantes espalharam pela pista pneus que incendiaram, na altura do quilômetro 394. Alguns portavam bandeiras da CUT. Por volta das 8 horas, a pista foi totalmente liberada.

Durante a madrugada, por volta das 4h50, os manifestantes também interditaram parcialmente a pista sentido Rio de Janeiro da Rodovia Presidente Dutra, na altura do município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Eles também atearam fogo em pneus, o que exigiu a atuação de bombeiros. A via foi totalmente liberada às 5h30. Outro grupo de manifestantes se concentrava, por volta das 9 horas, na entrada principal da Refinaria Duque de Caxias (Reduc).

Paraíba

Em João Pessoa, o bloqueio foi no quilômetro 35 da BR-230. O trânsito está totalmente interditado para quem segue paras as cidades de Campina Grande, no interior paraibano, e Natal, no Rio Grande do Norte. Os protestos também são liderados pela Frente Brasil Popular, com grupos espalhados em vários pontos da cidade.

Eles fecham ainda o acesso a trens e a empresas de ônibus coletivo. Em Campina Grande, a interdição é na rotatória da BR-230 que dá acesso à cidade.

Rio Grande do Norte

Em Natal, o serviço de ônibus foi paralisado na região metropolitana durante a manhã. De acordo com a prefeitura da capital potiguar, táxis e ônibus fretados foram autorizados a fazer lotação durante a paralisação. Manifestantes também queimaram pneus no acesso ao campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), vizinho ao viaduto na BR-101.

Pernambuco

O MST fez várias interdições no Estado, segundo a PRF. No interior, o trânsito está bloqueado nas dois sentidos das BRs 232, em Pesqueira, Agreste pernambucano, e na 101, em Goiana, na Zona da Mata. Já na Região Metropolitana do Recife, o protesto é no quilômetro 83 da BR-101, em Jaboatão dos Guararapes.

Paraná

De acordo com a PRF, manifestantes do MST interditaram a Praça de Pedágio de Witmarsum, no quilômetro 340 da BR-277, em Palmeira. No Centro de Curitiba, foram colocados diversos balões em forma de coração, com a frase "Fica querida", em defesa da presidente Dilma.

Bahia

Os manifestantes fecharam vários trechos de rodovias baianas. No quilômetro 523 da BR-324, em Feira de Santana, a via foi interditada no sentido Salvador. Na mesma rodovia, em Candeias, o protesto fechou uma pista no sentido Feira de Santana. Já em Itabuna, a interdição foi no quilômetro 508 da BR-101. Na capital baiana, movimentos sociais interditaram a Avenida Suburbana.

Mato Grosso do Sul

De acordo com a CUT, apesar da chuva que cai no Estado, a BR-267 foi interditada no início da manhã.

EM

Postado por: Ygor I. Mendes

sábado, 7 de maio de 2016


Derrota de francês garante Marcelo Melo na liderança de ranking da ATP



O brasileiro Marcelo Melo garantiu neste sábado (7) a liderança do ranking individual de duplas da ATP na próxima segunda-feira (9). Isso porque o francês Nicolas Mahut caiu na semifinal do Masters 1000 de Madri e não terá como ultrapassá-lo, independentemente do resultado da partida entre Dodig/Melo contra Bopanna/Margea do outro lado da chave.
Outro resultado que viabilizou a subida do brasileiro no ranking foi a derrota do britânico Jamie Murray (líder antes do início da competição) e Bruno Soares nas oitavas de final do torneio.
Por ter caído na primeira rodada do mesmo torneio em 2015, Marcelo Melo não defendia pontos na competição, mesma situação de Mahut. Murray, por sua vez, defendia 180 pontos por ter alcançado as quartas no ano passado, mas não teve sucesso.
O ranking da ATP mostra, até este sábado, o britânico na ponta com 7.715 pontos, contra 7.410 do brasileiro e 7.310 do francês. A classificação atualizada na segunda-feira tirará pontos de Murray e dará pelo menos 360 para Melo e Mahut.
O tenista brasileiro retomará a ponta após perdê-la no último dia 21 de março. Ele havia assumido primeira posição do ranking no dia 2 de novembro de 2015, ficando nela por pouco menos de quatro meses.
NotíciasUOL
Postado por: Ygor I. Mendes